Destaques

Em discussão

AGO252015
Comentários desativados

CARNACOXINHA – Por Henrique Matthiesen

Postado por: Secretaria

Embora não questione o direito inalienável da oposição e da classe média/ alta de fazerem críticas e manifestos contra o Governo de Dilma Rousseff, é notória a falta de percepção da realidade de muitos dos que vão protestar. Cartazes acusando a presidente de comunista, bolivariana, ou outra bobagem do tipo, chegam às raias do primitivismo e da despolitização. A indignação apontada nas avenidas pátrias é densamente seletiva e hipócrita, pois ignora que a questão da corrupção no Brasil infelizmente atingiu todos, e o sistema político se esgotou. Entretanto, o Estado Democrático de Direito deve ser preservado a todo custo. O afastamento ou derrubada do governo, sem as devidas prerrogativas constitucionais, é golpe de Estado, é ruptura da ordem Constitucional. Apoiados pelo PSDB, em especial pelo candidato derrotado nas últimas eleições, o Senador Aécio Neves veste prontamente a caricatura mais vulgar, e menos cerebral da velha e golpista UDN, e seu líder Carlos Lacerda. Afinal, o que está por traz desta cortina de fumaça que a oposição de Aécio Neves propaga? Com certeza, NÃO são as questões éticas e morais, afinal o maior crime de lesa-pátria que o povo Brasileiro sofreu foi justamente nos governos de FHC e sua privataria, isso sem falar nos diversos governos estaduais sob suspeita das mesmas irregularidades. A questão sobre os aspectos da corrupção é que nosso sistema judiciário é lento, gradual, pouco seguro e partidarizado; desta forma, não pune e não investiga adequadamente todos. Vejam por exemplo, o caso do mensalão mineiro que está indo à prescrição, por pura omissão da justiça. A questão central da oposição incitada por Aécio Neves e seus aliados é a luta do poder e seu ódio de classes. As baixelas de prata que se batem nas varandas gourmets dos bairros elegantes das grandes capitais são o estopim de uma classe social preconceituosa e antidemocrática das velhas e eternas elites brasileiras. O inconformismo de ver suas praias ou seus espaços invadidos por outras espécies de seres humanos de classes sociais distintas das deles foi e sempre será uma afronta. Para as elites o importante era manter essa massa sem a possibilidade de sair da condição de indigência, pois assim não poderiam ameaçar o poder da classe dominante, conservadora e altamente insensível aos padecimentos do próximo. Essas elites preconceituosas não exercitam os valores que devem reger uma sociedade minimamente civilizada e não toleram essa gente empobrecida, mas tem pânico de um povo que pensa que exercita a cidadania, pois valer seus direitos é o prenúncio concreto de verem seus secularmente privilégios ameaçados. Atualmente a tal elite preconceituosa não pode mais esconder suas profundas raízes de desprezo pelo povo, principalmente o nordestino, tido por ignorante, dito como uma casta inferior, assim como os afrodescendentes e os pobres. Atualmente essa elite se constitui pelo monopólio midiático empresarial altamente manipulador e censurador do povo, pois são célebres em ocultar aquilo que a elite hipocritamente esconde. Apenas fornecem superficialidades intelectuais em defesa do status, ou apresentam simplesmente um carnacoxinha. Henrique Matthiesen
AGO182015
0

Compreensão Shakesperiana – Por Henrique Matthiesen

Postado por: Secretaria

Algum tempo depois, constatamos a sutil distinção em dar as mãos e acorrentar a alma. E você finalmente compreende que amar não é acepção de apoiar-se; que companhia não significa porto seguro; começa a constatar que beijos, afetos, abraços não são acordos e que presentes não são compromissos. Leia mais
DEZ012014
0

IBGE: Expectativa de vida do brasileiro sobe 12,4 anos entre 1980 e 2013

Postado por: Secretaria

A expectativa de vida do brasileiro ao nascer aumentou 12,4 anos entre 1980 e 2013, segundo dados divulgados hoje (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se a perspectiva de vida era 62,5 anos em 1980, no ano passado, passou a ser 74,9 anos, de acordo com a Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil – 2013. Leia mais
NOV272014
0

Guerrilha do Araguaia: mitos e realidade

Postado por: Secretaria

Acaba de vir à luz mais uma obra que se propõe a analisar a Guerrilha do Araguaia. Apesar das lacunas, das interpretações errôneas e das informações falsas, o livro cumpre o importante papel de divulgar acontecimentos relevantes daquela luta armada e denunciar os crimes praticados pela ditadura militar. Leia mais
Ver outros textos em discussão