ESTATUTO

Cabe à Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini:

1.Fortalecer a Universidade aberta Leonel Brizola (ULB), como órgão operacional de formação política do PDT, visando aprofundar o processo de reflexão crítica sobre temas incorporados ou não ao doutrinário trabalhista;

2.Formular, propor, debater, executar e avaliar o Plano de Ação anual, definindo o calendário de atividades e direcionando investimentos com base no planejamento orçamentário e nas diretrizes partidárias;

3.Realizar, promover ou patrocinar estudos, pesquisas, debates, conferências, seminários, cursos, congressos, publicação de periódicos e atividades e direcionando investimentos com base no planejamento orçamentário e nas diretrizes partidárias;

4.Estimular o desenvolvimento de ações integradas dos Movimentos de Base, contribuindo como suporte técnico às iniciativas de formação e capacitação política de seus quadros;

5.Estabelecer novos métodos e diretrizes de planejamento estratégico para o PDT nos Estados e Municípios, debatendo novas práticas de gestão partidária;

6.Elaborar e analisar planos e programas de governo propostos pelo partido;

7.Resguardar o acervo e a memória do Trabalhismo brasileiro, estruturando o setor de documentação e qualificando nossas publicações de estudos e pesquisas;

8.Promover parcerias com entidades afins, aprofundando discussões sobre temas de interesse nacional e estimulando a troca de experiências com setores populares e progressistas da sociedade;

9.Promover convênios de cooperação técnica com órgãos públicos e privados para captação de recursos financeiros que viabilizem a implementação de projetos e programas de interesse público;

10.Formular e executar novos projetos de reestruturação interna da Instituição, fortalecendo o papel da FLB – AP como órgão de cooperação partidária.