13 APR 18

Fundação aprova plano de ação para a cidade de São Paulo

Liderado pelo presidente municipa da sigla, Antônio Neto, a atividade mobilizou lideranças e militantes

Por Vinicius Costa Martins

Brasília, 13/04/2018 – Com o objetivo de fortalecer os trabalhos da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini na cidade de São Paulo ao longo dos próximos anos, a Executiva do Diretório Municipal do PDT de São Paulo aprovou, nesta quinta-feira (12), as propostas de ação dos seus grupos de trabalho.

Ao dirigir a reunião, o presidente municipal da sigla, Antonio Neto, enfatizou o papel da Fundação, que promove formação política dos quadros pedetistas.

“É um horizonte a ser potencializado, pois precisamos garantir a ampliação da organização em todo o estado. Isso será possível com a formação de mil núcleos de base”, afirmou.

Ao todo, foram organizados seis núcleos de atuação que dirigirão os planos de forma integrada com o partido. Essa estrutura, segundo o secretário-geral do partido no município, Alessandro Rodrigues, tem demonstrado uma renovação na maior capital do país.

Organização

O plano da Fundação reúne desde os aulões do curso preparatório do ENEM, que são produzidos pela Universidade aberta Leonel Brizola (ULB), até seminários voltados para militantes, assessores e candidatos.

Para Yuri Ferro, coordenador da FLB-AP em São Paulo e membro da Executiva Municipal, a perspectiva de sucesso da programação ofertará um apoio fundamental para a pré-candidatura de Ciro Gomes a presidente da República.

“É um compromisso de todos nós. Cada militante, em todas as áreas de atuação, estarão ao lado do Ciro para efetivar o seu projeto de soberania nacional”, disse.

Também presentes na reunião, o ex-deputado estadual, Luiz Mourão, o ex-vice-presidente do Corinthians, André Negão, e o presidente do Movimento Comunitário Trabalhista (MCT), Jordaci Matos, reconheceram a necessidade da nucleação em todas as regiões paulistas.

Para Jordaci, “é imprescindível que a militância se consolide nas estruturas de organização dos bairros espalhadas pela capital.”

No dia 24 de abril será realizada o primeiro encontro  para a estruturação dos trabalhos dos núcleos,  na capital, com a presença dos representantes do diretório e das coordenadorias.

Os grupos foram organizados a partir dos seguintes temas:

Capacitação e Educação

Sob condução do educador mestrando pela USP, Jean Ordéas, o grupo dará início ao projeto de curso preparatório para o ENEM e terá como foco os estudantes da rede pública de ensino do município.

A iniciativa pretende auxiliar os alunos a partir da presença física, através dos  aulões, e digital, via aplicativo.

Estipulou-se também, como meta imediata, a organização de pelo menos dois grandes eventos nas regiões norte e sul da cidade até o mês de agosto.

Núcleos de Base

Seguindo o ideal de que um partido cresce em movimento e retomando o famoso “Grupo dos Onze”, de Brizola, a unidade buscará semear a criação de espaços de atuação para os militantes paulistas.

A coordenação-geral será feita por Renata Vieira, advogada com experiência consolidada na formação de núcleos de base no município, e com apoio de Alexandre Aníbal.

Formação Política

Com a proposta de discutir e atualizar o trabalhismo para a atual conjuntura de constantes transformações no mundo, o grupo liderado por Paulo Ricardo Barbosa terá como foco debater e aproximar a sociedade de quais são os rumos da ideologia central do PDT.

Para isso, serão organizados espaços de debate, principalmente seminários, palestras e aulas, que busquem fomentar o exercício crítico sobre o tema no seio da população paulistana.

+ Opinião

Sucesso nas redes sociais, o programa de debates online da FLB-AP completará seu primeiro ano em maio e terá suas edições também em São Paulo.

Sob a coordenação do cineasta, Lucas Costa, serão entrevistados grandes nomes que pensam a realidade brasileira. Na agenda, Nelson Marconi, Bresser Pereira, Jessé de Souza, Renato Janine Ribeiro, Mangabeira Unger, Aldo Fornazieri, Alessandro Octaviani, Paulo Henrique Amorim, entre outros.

Observatório da Cidade

O projeto, coordenado pelo pesquisador, Orlando Rafael Prado, tem como intuito levantar e analisar dados sobre a realidade específica da cidade de São Paulo para a estruturação de políticas públicas.

Com direcionamento semelhante, a Fundação contará também com o Ciro Lab, iniciativa coordenada por Marina Molina que mapeará e analisará dados referentes aos 12 pontos do programa do candidato.

Galeria de fotos

Bruno Ribeiro

Secretário Nacional de Comunicação da FLB-AP.

COMENTÁRIOS