10 JUL 17

Juventude Socialista do Rio lança tese para o XVI Congresso Nacional

Paridade de gênero e redução da idade são propostas prioritárias para a direção fluminense

*Por Bruno Ribeiro

Brasília, 8/7/2017 – A Juventude Socialista do Rio de Janeiro reuniu, no último sábado (8), sua direção estadual, filiados e militantes na plenária mensal para lançar a tese “Lado a Lado”, que apresentará ideias e propostas no XVI Congresso Nacional do movimento, programado para o próximo mês de agosto na cidade de Sao Luís, no Maranhão.

No encontro, a delegação fluminense reafirmou sua posição de defender uma ampla reforma da organização que inclua um novo formato para os congressos, a redução da idade, passando de 32 para 29 anos, bem como a paridade de gênero nas direções.

Segundo os presentes, a tese aponta ainda para “a necessária unidade que precisa existir entre os mais diversos setores da JS com o partido e seus demais movimentos do partido, bem como com a sociedade civil e o conjunto de forças populares e progressistas”.

Luis Moreira, presidente estadual da JS, destacou a importância da prática política na hora de apresentar propostas: “Defendemos a paridade porque a praticamos e temos a verdadeira crença nela. Fomos a primeira direção estadual paritária do movimento e levaremos uma delegação interiorizada e homogênea para o Conjus”.

No seu discurso, William Rodrigues, secretário nacional de Núcleos de Base da JS, ratifica que a relevância de uma organização que incorpore o legado das gerações passadas. “A atual geração, que hoje se despede da Juventude Socialista, deu os melhores anos de suas vidas em favor do movimento. É nosso dever, como militantes, receber esse bastão e conduzi-lo para garantir o necessário protagonismo”, comentou.

Já Natalia Barbosa, membro do diretório nacional da JS, acredita que “só um amplo programa de reformas pode garantir que o movimento cumpra os desafios que se apresentarão ao longo do próximo ciclo politico”.

Para Thayane Martins, presidente da JS em São João de Meriti, afirma que a delegação feminina programa uma série de ações de visibilidade para o Conjus: “Não seremos expectadoras. Vamos protagonizar esse Congresso”

Com informações da Juventude Socialista do Rio de Janeiro.

Galeria de fotos

Bruno Ribeiro

Secretário de Comunicação da FLB-AP.

COMENTÁRIOS