17 MAR 17

Hissa Abrahão apresenta emendas para garantir direitos do trabalhador

 

Para o deputado amazonense, o texto da Reforma Trabalhista prejudica o cidadão.

*Por Bruno Ribeiro

Brasília, 17/3/2017 – O deputado Hissa Abrahão (PDT-AM), membro da Comissão Especial da Reforma Trabalhista, na Câmara Federal, protocolou nesta semana cinco emendas ao Projeto de Lei (6787/16), que pretende alterar a Consolidação Geral das Leis Trabalhistas (CLT).

Entre as emendas, o deputado amazonense destaca a que obriga as empresas a manterem em seu quadro funcional, 80% de trabalhadores com contrato por prazo indeterminado. A emenda acrescenta um inciso ao projeto e dá garantias para que o trabalhador não seja prejudicado em contratos temerários.

“Se aprovada, a emenda vai evitar que as empresas optem por contratar empregados por tempo determinado em razão dos custos. A emenda dá segurança jurídica aos trabalhadores. Ou seja, aquela empresa que contrata em tempo temporário para baixar custos vai ter de cumprir a legislação com uma porcentagem mínima de funcionários contratados por tempo indeterminado”, explicou.

Para Hissa Abrahão, o texto da Reforma Trabalhista prejudica o cidadão. O amazonense assegurou que seguirá na defesa do trabalhador. “Não podemos aceitar o que o governo federal pretende fazer. Há uma armadilha contra o povo, de forma que apenas a classe empresarial seja beneficiada. Estamos atentos e vamos apresentar alternativas para garantir as conquistas do trabalhador”, disse.

Com informações da ASCOM do deputado.

Bruno Ribeiro

Secretário de Comunicação da FLB-AP.

COMENTÁRIOS